quinta-feira, 9 de maio de 2019

SER MÃE É PADECER NO PARAÍSO

No Evangelho desse dia das Mães, Jesus se apresenta como o “Bom Pastor”, não podemos deixar de lembrar que a mãe é pastora dos seus filhos, e manifesta muita bondade naquilo que faz. 

E mais o Pastor, conhece as suas ovelhas e as ovelhas conhecem o pastor. Quem conhece mais os filhos do que a mãe e essas da mesma forma são reconhecidas pelos seus filhos, até pelo cheirinho da comida que fazem. 

Assim como as ovelhas ouvem o pastor, as mães tem autoridade sobre seus filhos. Por exemplo, no dia das mães elas trazer seus filhos na Igreja para rezar. Garanto que todos os lugares as igrejas hoje estão mais cheias! Isso porque as mães sabem tocar os corações de seu filho. 

O amor de “Mãe” nos fala de Deus. 

Por exemplo: assim como uma mulher por puro amor teve o desejo de ser mãe, deste mesmo modo Deus, nos criou, por puro amor. 

Ou ainda, quando dizemos que mãe é quem cria, significa que ser mãe não é apenas colocar no mundo, mas ser presente no dia a dia dos seus filhos, dessa mesma forma o Bom Deus é nosso Criador, não porque nos colocou no mundo, mas, porque está ao nosso lado cada instante de nossas vidas. 

Sem esquecer que amor de mãe é incondicional, ou seja, nada que o filho faça fará que ela o ame menos, assim também é o amor de Deus por nós, que ama gratuitamente, sem esperar nada em troca, imagina se tivéssemos que pagar por tudo que recebemos de nossas mães; seria possível? Nem em sonho. Só no céu, como toda eternidade a disposição será possível expressar nossa inteira gratidão a nossa mãezinha. 

Para finalizar, outra linda comparação que podemos fazer é da mãe com a Eucaristia. Quando estamos ainda no ventre materno, nos alimentamos da própria mãe e não precisamos de mais nada. Na Eucaristia, nos alimentamos do próprio Deus e quando estamos com Deus nada nos falta. 

Lembro-me da história de uma mãezinha chamada Daniela que conheci quando morava em Canoas. Ela engravidou de seu terceiro filho. Só que os médicos diagnosticaram uma malformação, e sugeriram interromper a gestação. Mas ela sabia que a vida, é dom de Deus e não pode ser desprezada, por isso decidiu levar adiante a gravidez. 

Passando os meses, a gravidez foi ficando mais difícil. Chegando a um ponto de colocava em risco a vida da mãe, enquanto criança não tinha nenhuma chance de sobreviver. Mas Daniela estava disposta a dar a sua vida se fosse preciso, mas não iria interromper a gestação. 

Ela preparou o nascimento da sua filha. No dia da cesariana, me chamaram para acompanhar, quando nasceu a menininha, fiz seu batizado e logo ela faleceu. Daniela pediu para batiza-la com o nome de Celeste, porque ela tinha nascido para o céu, só que antes de morrer, sua mãe não poupou sacrifícios para que ela tivesse a chance ver a também a terra. 

Assim é as mamães, capazes entregar a vida pelos filhos, renunciando de si mesma para dar aos filhos o que eles necessitam. A exemplo de Cristo que deu a vida por nós. 

Pedimos nesse dia a Intercessão da Mãezinha do Céu por todas as mamães, que minore suas dores e sofrimentos, porque ser mãe não é padecer no purgatório, conforme o ditado “mãe é padecer no paraíso...” E pela intercessão de nossa Mãe Maria possa alcançar toda a felicidade que reside no coração de Deus. Amém. 

Mamães. Parabéns pelo seu dia! 

Termino com esse lindo poema de Mario Quintana: 

Mãe... São três letras apenas 
As desse nome bendito: 
Também o Céu tem três letras... 
E nelas cabe o infinito. 


Para louvar nossa mãe, 
Todo o bem que se disser 
Nunca há de ser tão grande 
Como o bem que ela nos quer... 


Palavra tão pequenina, 
Bem sabem os lábios meus 
Que és do tamanho do Céu 
E apenas menor que Deus!

sábado, 4 de maio de 2019

DEUS É NOSSA MELHOR OPÇÃO

É fácil dizer estou em paz, deito e durmo tranquilo, pois eu confio que Deus é pai e cuida de mim, quando tudo vai bem, quando a mesa está farta e quando todos em casa estão com saúde. 

Mas e quando vem à provação? Quando os planos fracassam? Quando veem perdas inesperadas? Quando não temos segurança do dia de amanhã eu ainda assim, deito e durmo tranquilo, pois eu confio que Deus é Pai e cuida de mim?

Deus permite que aconteçam provações, para testar a nossa fé, mas se estivermos atentos veremos que, mesmos em meio às provações tudo nos leva ao Onipotente. Mesmo no leito do hospital, o Bom Deus ali está na cama que me acolhe, no medico que me atende, na medicina que me socorre nos amigos e familiares que me rodeiam. 

Talvez não vejamos a Deus em pessoa, mas com fé veremos tudo o que ele criou, e isso nos encantam! Por isso eu digo, confia no Senhor, não tenha medo, confia em Deus, confia no Cristo VIVO.

A nossa fé não pode balançar. Temos provas suficientes de que Jesus não era um homem qualquer. Jesus é o Emanuel, o Deus conosco. Muitos creram nele e foram salvos. Esse mesmo Jesus que morreu na Cruz por amor de nós, vive e não morre mais. 

O Evangelho mostra a proximidade de Jesus com seus Discípulos, se preocupa com o trabalho deles que não ia bem, ajuda no sucesso profissional, e mais que isso oferece intimidade, pão quente e peixe assado. Eu cheguei a sonhar com esse pão quentinho feito por Nosso Senhor. Tenho certeza que você também adoraria um bocadinho!

Em outras palavras, JESUS É DEUS! Um Deus amor!

Assim, nós quando ouvimos o Evangelho, é a Deus que estamos ouvindo. Deus fala conosco por meio do Evangelho, e a cada vez que o lemos, descobrimos coisas novas, caminhos e soluções para os nossos problemas. 

Quando comungamos é exatamente esse pão quentinho que recebemos, o próprio pão do Céu. 

Simplesmente porque, Deus é a nossa melhor opção. Deus é a nossa melhor solução, o melhor plano de saúde, o melhor remédio, o melhor seguro de vida. 

Com Deus nós podemos tudo. “Aquele que crer poderá fazer tudo o que eu faço, e mais...” Diz o Senhor! 

Então, o segredo é que a solução de nossas aflições não vem de nós, nem pelas nossas forças ou capacidades, vem de Deus, nele está a solução para nossas vidas, precisamos ter fé. Tudo pé possível àquele que crer. 

Em Jesus, Deus Pai, estava bem ali diante de nós. Na palavra proclamada, no pão da Eucaristia, e no irmão que precisa de nós. 

Quando ignoramos a presença de Jesus, tudo corre mal e aí pode surgir a angústia, a tristeza, o desânimo, os problemas só aumentam. Como os discípulos que sem Jesus não pescaram nada, mas com Jesus a pesca foi abundante. 

Basta acreditar. Para sentir a presença divina aqui e agora, basta crer, ter ouvidos para ouvir, como sempre dizia Jesus no final de suas palestras. 

Jesus está aqui do seu lado neste momento. Ele está vendo o seu sofrimento, suas dificuldades. Mas ele precisa que você o deixe entrar na sua vida. Por isso abra a porta, faça uma oração sincera e fervora, deixe Jesus agir ele irá dar as soluções adequadas para os seus problemas.

Deus é a nossa melhor opção. Deus é a nossa melhor solução, o melhor plano de saúde, o melhor remédio, o melhor seguro de vida..

quarta-feira, 1 de maio de 2019

SÃO JOSÉ

Hoje a Igreja celebra a festa de São José operário, e por tanto, fazemos nossas homenagens ao trabalhador. Aquele que gera a riqueza da nação, aquele e aquela que trabalha muito e ganha pouco. Pois como diz o ditado: quem trabalha não tem tempo de ganhar dinheiro. 


Na verdade, só o trabalho gera riqueza. Pois mesmo se for encontrada uma imensa mina de ouro, será necessário muito trabalho, e muitos trabalhadores para extrair, transportar e depositar toda aquela riqueza. 

Precisamos valorizar mais aqueles e aquelas que na lavoura plantam e colhem o nosso alimento, aqueles e aquelas que na cidade, limpam as nossas ruas, cuidam da nossa segurança, educam as nossas crianças, transportam tudo o que consumimos, o comunicador que nos diz a verdade nos livrando do fake News e muitas outras coisas mais. 

O trabalho nos dá dignidade e identidade, pois quando perguntamos a alguém o que você é em geral ouvimos: sou padeiro, sou costureira, sou professor. Essas e outras profissões indispensáveis para a nossa vida. 

Portanto, hoje rendemos as nossas homenagens a todos trabalhadores. 

Jesus, nos mostra que quem quer ser o maior deve ser aquele que serve a todos. E é isso que faz o nosso trabalhador, assim como o fez José operário, pai adotivo de Jesus. 

Jesus até os seus 30 anos de sua vida deve ter passado em uma carpintaria, digna profissão que aprendeu com José o carpinteiro, o seu tutor. 

A vida cristã não é feita de grandes lances, como o querem muitos. Assim, a nossa fé é composta das pequenas coisas do nosso dia a dia, do trabalho diário feito com dedicação e amor. 

O trabalho dá saúde ao corpo e paz a nossa alma. Por que o dinheiro honesto, e suado, usado para o sustento da família, e abençoado por Deus, que tem seus olhos voltados para os humildes. 

Mas todos somos filhos de um Pai poderoso que nos ama, e nos atende quando recorremos ao seu socorro com fé, humildade e esperança.
Related Posts with Thumbnails